Saiba por que o RH precisa saber mais sobre Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (AI)

Publicado em 19/06/2019
Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (AI) certamente são estágios mais avançados da digitalização. Por isso, desde já, devem estar no radar dos profissionais de Recursos Humanos que não querem ficar para trás. O que a Internet das Coisas pode fazer por você? “A IoT, por exemplo, a gente já sabe que tem várias garagens trabalhando, algumas startups pra sair, em que o candidato, por meio da realidade virtual, vai conseguir identificar, passando pela Avenida Paulista, quais edifícios há vagas disponíveis”, ilustra Ricardo Barcelos. Ele é sócio-fundador da Havik, consultoria de recursos humanos atenta a esses movimentos. Ricardo explica como a ferramenta pode facilitar a vida de empresas e de quem está à procura de uma vaga. “Então, você pode oferecer ao profissional a oportunidade de encontrar um emprego perto de sua residência utilizando essa tecnologia. Em vez de ficar procurando em diversos sites de oportunidades, ele pode simplesmente ligar o app e ter essas informações”, explica ele.  Os benefícios da Inteligência Artificial Quando o tema é Inteligência Artificial e Big Data, Barcelos até cita clientes da Havik que conseguiram resultados aplicando tais soluções para otimizar sobretudo a seleção de funcionários. “Enquanto a Serasa Experian construiu um processo de atração e recrutamento digital com uma sensível resposta ao seu processo de seleção, a Stone reviu o seu processo de atração e recrutamento. Para isso, usou inteligência artificial e machine learning para identificar perfis antes mesmo do processo de entrevistas”, conta. Segundo ele, isso apresentou benefícios, por exemplo, na área comercial, ao conseguirem identificar o perfil certo da área de vendas para um produto específico. Como resultado, tiveram aumento de receita e do número de clientes depois que recalibraram essas tecnologias para terem o perfil certo como referência. Leia também: >O que os países latino-americanos podem nos ensinar sobre RH? >Repensar processos para se manter atrativa aos profissionais é prática de RH da Bayer Prepare-se para o mercado do futuro A ascensão tecnológica tem transformado as formas de trabalho na atualidade. Mas o que esperar das próximas décadas? Um levantamento realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) identificou 30 profissões que surgirão em oito áreas com a nova revolução, chamada de Indústria 4.0. Dentre as profissões do futuro estão: técnico em informática veicular, analista de defesa e segurança digital, técnico em impressões de alimentos e projetista para tecnologias 3D. Para estar pronto para essa nova fase, é importante atentar-se ao fato de que, gradativamente, o trabalho braçal vai deixando de ser requisitado. Com isso, claro, a demanda passa a ser intelectual. Empresas e colaboradores precisam se adaptar a esse novo contexto: elas, responsabilizando-se por fornecer treinamentos e capacitação; já eles, investindo em sua própria formação para atender às exigências do mercado.

Compartilhe

Artigos Relacionados

Sua Vida

Saiba como armazenar e conservar os alimentos por mais tempo

Saber como armazenar os alimentos corretamente é essencial para manter sua qualidade e nutrientes por muito mais tempo e diminuir [...]

Publicado em: 25/08/2020

Sua Vida

Como evitar os erros mais comuns na gestão financeira pessoal em meio à crise?

Em tempos de crise como a que estamos enfrentando, reorganizar as finanças pessoais, repensar os gastos e evitar alguns erros [...]

Publicado em: 11/08/2020

Sua Vida

Dicas para economizar nas contas da casa e manter o orçamento em ordem

Ter as finanças organizadas e terminar o mês com uma sobra no orçamento é o que todos nós sonhamos. Pois, [...]

Publicado em: 21/07/2020