Empresa usa relaxamento e ioga para aumentar a produtividade no escritório
Publicado em 05/12/2019
Categoria: Sua Empresa |
Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
colaborador relaxando fazendo ioga

A produtividade pouco tem a ver com a quantidade de tempo que o colaborador passa em sua estação de trabalho, mas sim com o tempo que ele passa concentrado no que está fazendo. Pensando nisso, algumas empresas estão tomando medidas para garantir que as pessoas cuidem de sua saúde mental, o que, por consequência, incide diretamente na produtividade.

É o caso da ROIT Consultoria e Contabilidade, localizada em Curitiba (PR), que passou a oferecer aulas de ioga para os 100 colaboradores de sua sede na capital paranaense. “Nosso dia a dia é atribulado e muitos não têm tempo de realizar uma atividade física, que sabemos ser vital para a nossa saúde. Pensando nisso, trouxemos estas atividades para dentro da empresa”, diz Lucas Ribeiro, sócio-diretor da empresa, sobre as aulas de ioga.

O executivo ainda afirma que o objetivo principal da empresa em aplicar as técnicas de relaxamento é proporcionar aos colaboradores uma maior qualidade de vida. Realizadas às terças e quintas em dois horários, antes e depois do almoço, as aulas têm duração de 50 minutos e acontecem na sala de eventos do local. Nos dias de atividade, os profissionais vestem roupas confortáveis e trabalham corpo e mente acompanhados por uma música de fundo.

 

Veja também:

> Como auxiliar os seus colaboradores a equilibrar melhor trabalho e vida pessoal

> Sabia que o RH avalia o gerenciamento de tempo dos candidatos na entrevista de emprego?

 

Mente mais ativa e produtiva

Segundo o professor K2, encarregado das aulas na ROIT, a ioga estimula a criatividade quando aplicada no ambiente corporativo. Além disso, leva ao equilíbrio emocional e administra o estresse, deixando a mente mais ativa e produtiva. “Não é à toa que muitos executivos estão procurando a ioga como ferramenta para expandir a mente e auxiliar no desenvolvimento cerebral. Faz-se mais em menos tempo. É a prática do momento no mundo corporativo”, afirma.

Além da qualidade de vida maior, a ioga trouxe mais rendimento no trabalho. Muitos funcionários contam que a concentração e a produtividade aumentaram após o início das atividades. “Pratico ioga há três meses e fico mais relaxada após as aulas, além de voltar ao trabalho mais disposta. Consigo fazer as coisas com mais rapidez”, conta Camila Souza, gerente financeira da ROIT.

Fora os aspectos corporativos, a prática ainda melhora o clima no ambiente de trabalho, como explica o professor K2. “Todos ficam mais unidos e felizes, pois a ioga libera endorfina três vezes mais que outra atividade física qualquer”, explica. Fora a atividade, a ROIT ainda disponibiliza para os colaboradores sessões de massagem para que eles possam relaxar e se livrar do estresse.

Compartilhe