Você sabe a diferença entre alegria e felicidade?
Publicado em 10/07/2019
Categoria: Sua Vida |
Tags: , , , , ,
Você sabe a diferença entre alegria e felicidade?

Sentir alegria não quer dizer necessariamente que você é uma pessoa feliz. Já reparou na diferença entre as palavras alegria e felicidade? Se não, é hora de repensar. Esse entendimento pode ser determinante em sua vida.

Segundo o dicionário, alegria é:

  • Manifestação de contentamento e júbilo.

felicidade é descrita como:

  • Concurso de circunstâncias que causam ventura.
  • Estado da pessoa feliz.

Percebeu a distinção? Enquanto alegria é um sentimento momentâneo de contentamento, felicidade é um estado de espírito constante construído por atitudes. Nem sempre o que nos causa alegria também trará felicidade a longo prazo. A busca por alegrias passageiras pode estar te distanciando de ser uma pessoa realmente feliz.

Como um instante de alegria pode nos impedir de ser felizes?

Para Daniel Franco, empreendedor do DeRose Method, buscar sensações prazerosas muitas vezes faz com que o indivíduo desrespeite seus valores pessoais, o que o torna infeliz, perdido e até viciado em prazer.

“Felicidade é algo que se constrói pouco a pouco, com base nas decisões que tomamos e seus desdobramentos. É o pano de fundo do nosso dia a dia. É viver com a consciência tranquila”, esclarece Daniel.

Busca por felicidade

Proposta de reeducação comportamental que desenvolve a alta performance e melhora a qualidade de vida é o mote do Método DeRose. Técnicas e conceitos auxiliam os adeptos a procurar pela verdadeira felicidade por meio de uma boa qualidade de vida, boas maneiras, boas relações humanas, boa cultura, boa alimentação, boa forma, bom ambiente e bons ideais.

Leia também:

>Repensar é evoluir: o que você faz hoje pode ser ainda melhor
>Você sabe a diferença entre trabalho e emprego?

Daniel explica que o método DeRose não se opõe de forma alguma às alegrias da vida, mas é preciso ficar atento para que o que gera prazer esteja coerente com o que é importante para nossa essência e entender que nem tudo na vida é alegria, mas de tudo pode-se tirar o necessário para ser feliz: “Trata-se da arte de extrair algo bom de tudo o que nos acontece, incluindo as experiências negativas, que têm o potencial de nos fazer crescer e nos transformar em pessoas melhores.”

Agora que você já sabe a diferença entre alegria e felicidade, é hora de colocar em prática o que aprendeu. Mantenha-se atento quanto às alegrias momentâneas e trace seu caminho rumo à verdadeira felicidade. Repense suas atitudes e seja feliz!

Compartilhe